2017 traz mexidas na carteira dos portugueses

Comparativamente com 2016, as alterações devem ser mais significativas em 2017.

Nas habitações, o novo ano chega com uma ligeira subida no preço das rendas. Para quem quer comprar casa, os preços continuam a crescer uma vez que a procura tem aumentado.

A electricidade vai ficar mais cara. O valor do gás natural não vai sofrer alterações com o arranque de 2017.

Na saúde, as taxas moderadoras mantêm o mesmo valor. O preço dos medicamentos deve continuar em queda.

Refrigerantes e bebidas alcoólicas vão ficar mais caros. O tabaco também volta a aumentar.

Os preços do leite e do pão vão manter-se.