Festival Islâmico debateu água

Realizou-se, esta tarde, no Auditório do Parque Natural do Vale do Guadiana uma conferência subordinada ao tema “A água Santa e a outra …O caso de Mértola entre o Mundo Romano e a antiguidade tardia” e que contou com a presença do Arqueologo Virgilio Lopes do Campo Arqueológico de Mértola.

Questionado sobre mais uma edição do Festival Islâmico de Mértola e do contributo do trabalho desenvolvido pelos especialistas e que por estas alturas é visitado por milhares de pessoas salientou que este tipo de iniciativa é sempre enriquecedora uma vez que permite transmitir ao público o trabalho que há mais de 40 anos é feito em Mértola.

Um resultado que só é possível devido ao contributo e esforço de várias entidades e um trabalho desenvolvido por todos e para todos.
A forma como a história dos povos é investigada pelos especialistas e posteriormente transposta para o público em geral numa linguagem acessível é a melhor forma de conhecermos o nosso passado e a nossa herança, as nossas raízes e culturas de um local que não deixa de surpreender os especialistas