ACOS descontente com “repartição de competências entre o Ministério da Agricultura e Ambiente”

A ACOS – Associação de Agricultores do Sul, vem em nota de imprensa manifestar o seu “total desacordo com a decisão do Governo de repartir as competências dos assuntos de saúde e bem-estar animal entre o Ministério da Agricultura e o Ministério do Ambiente.

A Associação defende que a “saúde animal necessita de um organismo técnico e independente como a DGAV- Direção Geral de Alimentação e Veterinária no Ministério da Agricultura, que centralize o conjunto de competências que já detém, mas que disponha dos recursos suficientes, humanos, materiais e financeiros, para uma atuação consentânea com a sua missão e com a legislação em vigor”.