ACOS prepara I Congresso Luso-Espanhol de Pecuária Extensiva

A ACOS-Agricultores do Sul vai levar ao I Congresso Luso-Espanhol de Pecuária Extensiva, em Sevilha, uma comitiva de cerca de 70 pessoas, entre associados e investidores.

A Associação integra a Comissão Organizadora do Congresso.

A ACOS anuncia que pretende “gerar dinâmicas de internacionalização agro-alimentar dos produtos de excelência da região do Alentejo, oriundos do montado”. A iniciativa, inserida no projecto Alentejo Export, consiste na exposição e prova de produtos de origem animal e vegetal, de reuniões de negócios e sessões personalizadas de esclarecimento.

“Dar a conhecer a importância ambiental, territorial, económica e social do sistema de produção pecuária em extensivo, reflectir sobre as suas práticas e desafios, as mais-valias para a preservação da biodiversidade e de acção contra incêndios, assim como o alargamento dos circuitos de comercialização dos produtos”, são alguns dos propósitos do I Congresso, agendado para a próxima quinta e sexta-feira, anuncia a ACOS.

Claudino Matos, director geral da ACOS, realça que nos trabalhos vão ser discutidas e elaboradas propostas para os problemas da pecuária extensiva que serão entregues aos governos dos dois países no quadro das negociações da nova PAC – Política Agrícola Comum.