ADPM debruça-se sobre alterações climáticas e pecuária extensiva

A ADPM- Associação de Defesa do Património de Mértola é uma das entidades parceira do projecto Life LiveAdapt – Adaptação às Mudanças Climáticas dos Modelos de Produção Pecuária Extensiva na Europa.

O objectivo é “implementar e demonstrar tecnologias inovadoras na produção pecuária, adaptadas aos efeitos que se prevêem no sul da Europa devido às alterações climáticas”, explica a ADPM.

O projecto pretende “definir modelos de negócios actualizados e inovadores para a produção que resulta da pecuária extensiva, adaptada aos cenários climáticos futuros”, salienta a mesma entidade.

María Bastidas, técnica da Associação de Defesa do Património de Mértola explica, que a ADPM, enquanto, entidade parceira do Life Live Adapt pretende “trazer conhecimentos para o território do Baixo Alentejo”.

O projecto orçado em mais de dois milhões de euros é co-financiado pelo Programa LIFE17 de Adaptação às Alterações Climáticas da União Europeia, e conta com a participação de entidades portuguesas, espanholas e francesas.