ADPM desafia agricultores a instalarem sistemas agro-florestais

A Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM) convida os agricultores do Alentejo para a instalação de sistemas agro-florestais. A Associação pretende assim dar o seu contributo para o desenvolvimento agro-florestal e dos sistemas alimentares locais, no quadro de um projecto desenvolvido em parceria com uma cadeia de Hotéis.

Os agricultores interessados deverão possuir uma parcela em condições de ser arborizada com dimensão entre 1 e 2 hectares, escolher no mínimo espécies de duas categorias diferentes, ter capacidade de regar as plantas instaladas conforme as suas necessidades, possuir capacidade de reposição das perdas e ter actividade agrícola ou outra relacionada com as espécies a instalar.

Patrícia Turra, técnica de ambiente, frisa que a meta da ADPM passa pela instalação de 7 mil plantas no Alentejo.