Aljustrel diminui valor da dívida relativamente a 2017

Desde 2017, que a Câmara de Aljustrel tem vindo a diminuir o valor da sua dívida.

Segundo a autarquia, “a diminuição do endividamento aconteceu apesar da quebra de receita proveniente de impostos, como a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o valor mínimo legal, apresentando, assim, uma redução global”.

Na última prestação de contas aprovada em “reunião de Câmara, no passado dia 17 de junho, verificando-se uma diminuição de 6,4 por cento do valor do endividamento”, explica o Município.

De acordo com a nota de imprensa enviada às redações, “em 2017, aquando do início do mandado deste executivo, o valor da dívida era de 7.729.561 euros, passando, em 2019, para 7.235.092 euros”.

O Município de Aljustrel refere também que “tem a maior taxa de execução do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), no âmbito do Portugal 2020, do País. Liderando ainda, a nível regional no Alentejo 2020, no conjunto dos municípios que abrange, designadamente nos Centros Urbanos Estruturantes”.

 O mesmo documento salienta ainda que a “Câmara entende que a redução da dívida permite continuar a investir no desenvolvimento do concelho e na melhoria da qualidade de vida (…)”.