Aljustrel vive “nova era”

A afirmação foi proferida por Nelson Brito, presidente da Câmara de Aljustrel, esta sexta-feira, de manhã, na abertura do 6º Encontro Ibérico – Regadio e Sustentabilidade que teve como tema “Da Investigação à Produção”. Um evento integrado na 16° edição da Feira do Campo, em Aljustrel.

Esta iniciativa juntou agricultores do concelho e teve como oradores Carlos Marques e António Parreira, da Associação de Beneficiários do Roxo; Teresa Carvalhos, da Escola Superior Agrária de Beja; Teresa Brás, do Centro de Biotecnologia Agrícola e Agroalimentar  do Alentejo e João Serrano, da Fairfruits Group.

No discurso de abertura, Nelson Brito chamou a atenção para a “nova era” que a agricultura está a viver com a chegada da água.

A produção agrícola tem dado passos muito positivos nos últimos anos. Têm emergido muitas novas culturas no concelho de Aljustrel. “Se já estamos a produzir, é preciso que comecemos a transformar e comercializar os produtos”, defendeu o autarca.

Para que o sector agrícola seja o Pólo de desenvolvimento desta região é “preciso que associações de agricultores, EDIA e municípios consigam desenvolver condições e infraestruturas físicas para investigação e inovação nesta área”.

O edil destacou ainda a importância da parceria entre a câmara e a Associação de Regantes do Roxo. Uma organização que tem dado “o exemplo de uma verdadeira associação com tradição e conhecimento na área do regadio” e que muito tem “ajudado e acompanhado os agricultores desta região”, concluiu o autarca.