AM de Beja aprova voto de pesar pela morte de Carreira Marques

Foi aprovado, por unanimidade, na última sessão da Assembleia Municipal de Beja, um voto de pesar pela morte de José Carreira Marques.

“Com o desaparecimento físico de José Manuel Carreira Marques partiu um grande homem que influenciou o nosso tempo, pela obra legada à cidade e ao concelho de Beja”, lê-se no voto de pesar enviado às redações.

“Carreira Marques, enquanto presidente da Câmara de Beja eleito pela CDU (…) granjeou respeito e consideração entre os seus pares por direito próprio, devido às suas brilhantes intervenções nos fóruns e iniciativas em que participava”.

O voto de pesar destaca, também, que “a sua notoriedade ainda é uma presença digna de menção, como por exemplo, no âmbito da Associação Portuguesa de Municípios com Centro Histórico – da qual foi um dos principais dirigentes”.

“Era um autarca respeitado nos meios culturais”, salienta o voto, referindo que soube “construir relacionamentos ímpares (…) com importantes figuras da intelectualidade, salientando-se José Saramago e Jorge Vieira e que se traduziram em legados importantes para Beja”. Além disso, no âmbito cultural, o autarca projetou “Beja como uma referência incontornável a nível nacional”.

“Profundamente envolvido em grandes causas”, Carreira Marques “contribui, também, enquanto deputado pelo PCP na Assembleia Constituinte e na Assembleia da República, para a configuração progressista da Constituição da República Portuguesa”.

O voto de pesar remata frisando que “partiu uma grande figura pública a quem a cidade e o concelho muito devem pela sua dedicação à causa pública”.