“Ano novo, problemas velhos” nas escolas

O ano lectivo começa oficialmente hoje, mas as escolas têm até à próxima segunda-feira, 17 de Setembro, para dar início às aulas. Na maioria dos estabelecimentos de ensino as aulas começam na segunda-feira.

“O ano lectivo é novo mas os problemas são velhos”, afirma o presidente do Sindicato de Professores da Zona Sul (SPZS).

Manuel Nobre disse à Rádio Pax que faltam profissionais não docentes nas escolas, técnicos (terapeutas e psicólogos) bem como professores.

O Sindicato contesta a dimensão das turmas, a falta de apoios aos alunos com necessidades especiais bem como o contínuo encerramento de escolas do 1º ciclo.

Aos problemas nas escolas juntam-se os dos professores. Os docentes continuam a exigir a contagem integral do tempo de serviço congelado: 9 anos, 4 meses e 2 dias. Os Sindicatos têm marcadas acções de protesto. Manuel Nobre não tem dúvidas que este será mais um ano lectivo “atribulado”.

O Sindicato de Professores da Zona Sul volta a opor-se à pretensão do Governo de transferir para as autarquias novas competências na área da educação.