APCO inaugura lar residencial

O protocolo de cooperação estabelecido com a Segurança Social permitiu a abertura de 22 camas, que serão preenchidas até ao final do mês.

A construção do lar representou um investimento global na ordem de 1 milhão e 30 mil euros. O projecto contou com financiamento na ordem dos 599 mil euros pelo Fundo Social Europeu e Orçamento da Segurança Social. O município de Odemira atribuiu apoio financeiro no valor superior a 150 mil euros pela doação do terreno e edifício, que foi adaptado e ampliado.

O lar residencial é o primeiro equipamento social desta natureza do concelho.