Assembleia Municipal de Beja adia votação da Estratégia Local de Habitação

A Assembleia Municipal de Beja decidiu, esta tarde, adiar a votação da Estratégia Local de Habitação.

O Bloco de Esquerda e o Movimento “Por São Matias com Todos” apresentaram uma proposta de adiamento para a Assembleia Municipal de dia 13 de Setembro. A proposta passou com os votos dos eleitos da CDU, PSD, BE e Movimento “Por São Matias com Todos” e teve os votos contra da bancada municipal do PS.

O BE e o Movimento “Por São Matias com Todos” justificaram o pedido de adiamento com o facto de a estratégia para a habitação “não se revestir de especial urgência”, de o assunto merecer uma “reflexão aprofundada” e de não se enquadrar no contexto atual de “campanha eleitoral”. Para além destes argumentos, a proposta de adiamento lembra que não foram realizadas as reuniões prometidas pelo executivo da Câmara com os grupos políticos representados na Assembleia Municipal para esclarecimento da estratégia proposta para a habitação.

A Assembleia acordou que até dia 13 serão realizadas as reuniões entre os diferentes grupos para esclarecimentos de dúvidas sobre a Estratégia Local. Contudo, será muito difícil nesta fase fazer alterações ao documento.

Apesar dos apelos do executivo, a votação acabou por ser adiada para 13 de Setembro. A Estratégia Local de Habitação não é consensual. A CDU anunciou que irá abster-se na votação de 13 de Setembro.

A Estratégia Local de Habitação prevê um investimento na ordem dos 30 milhões de euros repartidos entre a Câmara de Beja (25 milhões de euros) e a Santa Casa da Misericórdia de Beja (5 milhões de euros). Estes montantes serão comparticipados pelo PRR- Programa de Recuperação e Resiliência.