12°C
Scattered clouds

Assinados protocolos para três plataformas de inovação no Alentejo

Foram assinados, em Évora, os protocolos das Plataformas Regionais de Inovação, inseridos na Estratégia Regional de Especialização Inteligente do Alentejo (EREI 2030).

“Este modelo assenta na constituição de três Plataformas Regionais de Inovação e que são a Plataforma para a promoção da Sustentabilidade e Coesão Territorial (PlaSuCT), Plataforma para o reforço das Cadeias Produtivas Regionais (PlaCaPRe) e Plataforma para a promoção das Qualificação dos Recursos Humanos Regionais (PlaQuaR)”, revela a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo.

A mesma fonte anuncia que celebrou com o PACT – Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia, um acordo que tem como objetivo “garantir a correta e adequada monitorização e avaliação dos impactos das plataformas regionais de inovação da EREI2030, e assim contribuir para uma melhor implementação da EREI no território”.

Entre a CCDR Alentejo, a ADRAL e a Associação Estação Biológica de Mértola (EBM), foi assinado o protocolo para a Plataforma para a Promoção da Sustentabilidade e Coesão Territorial (PLASUCT), que tem como objetivo “promover dinâmicas coletivas de descoberta e impulso à transformação e à mudança, visando a sustentabilidade e a coesão territorial na região do Alentejo”, explica a Comissão de Coordenação.

Foi ainda assinado o Protocolo de Colaboração para Plataforma para o reforço das Cadeias Produtivas Regionais (PlaCaPRe), entre a CCDRA, I.P, Sines Tecnopolo e a Associação Cluster Portugal Mineral Resources.

A plataforma visa fortalecer as cadeias de valor associadas a recursos como o Porto de Sines, Aeródromo de Ponte Sor, Linha Ferroviária Sines/Caia, Aeroporto de Beja, Recursos Minerais, Montado de Sobro, Agroalimentar, Aeronáutica, Energia, Produtos/Serviços do Turismo.

O último protocolo assinado foi o da Plataforma para a promoção da Qualificação dos Recursos Humanos Regionais (PlaQuaR), que teve como signatários a “CCDR Alentejo, I.P”, a Universidade de Évora e a Fundação Alentejo que tem como objetivo principal “o mapeamento, a articulação e a promoção de iniciativas no domínio da qualificação dos recursos humanos na região do Alentejo” adianta a Comissão de Coordenação.

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
3
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

23/07/2024
Autarca e deputados saem em defesa do reforço de água no Sul do país (Com Vídeo)
Comissão
23/07/2024
Comissão Parlamentar de Agricultura encerra visita à região
Hospital
22/07/2024
Ampliação do Hospital de Beja orçada em mais de 96 M€
22/07/2024
Francisco Orelha volta à corrida pela Câmara Municipal de Cuba (Entrevista)
Habitação
22/07/2024
Baixo Alentejo somou 118 construções novas para habitação familiar em 2023
Faceco
21/07/2024
FACECO encerra com sucesso e atinge recorde com 40.000 visitantes (com vídeo)
21/07/2024
Faceco 2024 em imagens
21/07/2024
São Teotónio acolhe último dia de FACECO