Autárquicas: Candidato do BE à CM Beja quer “combater desigualdade social”

“Combater a desigualdade social” no concelho é o primeiro desafio a que Gonçalo Monteiro, candidato do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara de Beja, nas próximas autárquicas, se propõe.

O trabalhador do ramo alimentar disse, na Grande Entrevista da Rádio Pax, desta semana, que aceitou o “desafio da concelhia” de Beja para liderar a lista do partido nas próximas eleições autárquicas por considerar que existe “bastante para fazer” no concelho.

“Lutar por uma maior igualdade e justiça social” é uma das prioridades definidas pela candidatura do BE.

Segundo o candidato, “reforçar a questão da habitação social” é uma das prioridades, apesar de saber das “dificuldades” que existem “a nível de financiamentos para as autarquias locais”.

A saúde é outro ponto na “agenda” do BE para a campanha eleitoral autárquica em Beja, com Gonçalo Monteiro a argumentar que o Hospital José Joaquim Fernandes tem “carência de pessoal, infraestruturas e equipamentos”.

Os transportes são outra das apostas de Gonçalo Monteiro, que disse ver esta questão “diretamente ligada à desertificação das freguesias rurais”.

O objetivo do BE para as próximas eleições autárquicas, referiu o candidato, é “se possível, reforçar e aumentar o número de mandatos” no concelho onde o partido elegeu uma deputada para a Assembleia Municipal, em 2017.

Excertos da Grande Entrevista, desta quinta-feira, a Gonçalo Monteiro, candidato do BE à Câmara Municipal de Beja, que pode voltar a ouvir na íntegra, no próximo domingo, às 11:00 horas, ou no site da Rádio Pax.