Avião sem instrumentos de voo aterrou de emergência em Beja

Um avião de passageiros da Air Astana, uma companhia aérea do Cazaquistão, aterrou de emergência este Domingo, às 15h28, na pista da Base aérea de Beja.
Depois de ter sido alvo de reparações nas oficinas da OGMA, em Alverca, a aeronave descolou cerca das 13h30 tendo como destino Minsk, na Bielorrússia. Passados poucos minutos o avião ficou sem instrumentos durante o voo e declarou emergência.
As autoridades ainda colocaram a possibilidade de amaragem no Tejo, no entanto, o mau tempo que se fazia sentir fez descartar essa possibilidade.
Segundo o Coronel Fernando Costa, Comandante da Base Aérea 11, “o factor meteorológico, a capacidade da pista e a questão orográfica”, terá influenciado a escolha da pista militar de Beja para a aterragem do voo KZR 1388.
A Força Aérea fez deslocar dois F-16 para acompanhar a aeronave. “O papel dos caças foi fundamental para o sucesso da aterragem de emergência”, explicou o Coronel Fernando Costa. O avião da Air Astana só conseguiu aterrar à terceira tentativa, provocando alguns “danos leves” na iluminação lateral da pista.
Os seis tripulantes da aeronave foram assistidos no local pelos médicos da VMER. Dois ainda foram transportados para o Hospital de Beja com problemas de ansiedade e tenção arterial elevada, no entanto, tiveram alta poucas horas depois.
Os Bombeiros de Beja e VMER foram mobilizados para o local.