BE recomenda ao Governo realização de obras urgentes na escola de Serpa

O Bloco de Esquerda (BE) recomenda uma vez mais ao Governo a realização urgente de obras na escola secundária de Serpa.

No projeto de resolução enviado ao Governo, o BE refere que o estabelecimento de ensino “nunca foi alvo de requalificação fundo”.

“Tratando-se de uma Escola com mais de 30 anos, os efeitos da degradação do edificado e equipamentos são sentidos há muito (…): infiltrações de água, falta de isolamento térmico, instalações elétricas obsoletas, problemas de canalização e águas residuais”.

O Bloco de Esquerda salienta também que a escola secundária de Serpa é “uma das muitas que ainda tem amianto na sua construção e cuja remoção é urgente”.

Outro problema apontado pelo BE é a “carência de espaços” para “garantir o distanciamento físico, no contexto da crise pandémica da Covid-19”, uma vez que “o estado de degradação é tal que parte do edificado não pode ser usado para atividades escolares por falta de condições de segurança”.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda propõe que a Assembleia da República recomende ao Governo que “tome todas as medidas necessárias para a realização de obras urgentes de requalificação da Escola Secundária de Serpa, nomeadamente através da construção de um plano conjunto com a comunidade educativa e articulado com o Município de Serpa” e que “dê as garantias financeiras necessárias à realização das obras de requalificação da escola nomeadamente garantindo a comparticipação nacional em caso de candidatura a fundos comunitários”.

Joana Mortágua deputada do Bloco de Esquerda na Assembleia da República disse à Rádio Pax que perante esta condições, os alunos têm uma “experiência” escolar “desconfortável”.

Este projeto de resolução é mais uma forma de “chamar a atenção do governo para a necessária e urgente requalificação da escola secundária de Serpa”.