Beja adere aos “Círculos de Silêncio”

As Portas de Mértola é o local escolhido para a primeira iniciativa dos “Círculos de Silêncio”, que acontece na próxima quinta- feira.

Beja torna-se assim a primeira cidade de Portugal a receber esta actividade. O tema debruça-se em torno da “defesa dos imigrantes e dos refugiados”, refere Márcio Guerra, da Cáritas Diocesana de Beja, uma das entidades promotoras.

Estes círculos “são um movimento de cidadãos e de organizações que consideram que a situação em que muitas pessoas vivem é extremamente precária”, refere a organização.

O objectivo é apelar “à consciência daqueles que fazem as leis (…) para concretizar uma política que respeite a dignidade do ser humano”.

Márcio Guerra menciona que os círculos de silêncio pretendem também “ajudar as pessoas a tornarem-se mais conscientes, interiorizando os problemas e passarem a ser elementos de interpelação à sociedade (…)”.