“Beja é neste momento um exemplo nacional e europeu daquilo que de melhor se faz” no sector da água

O Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Fernandes, inaugurou hoje a Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e a Estação de Tratamento de Águas (ETA) da Magra, no concelho de Beja. Os investimentos desenvolvidos pela Águas Públicas do Alentejo superam os 14 milhões de euros.

A Estação de Tratamento de Águas Residuais de Beja vai permitir a melhoria da qualidade da água tratada para posterior reutilização na rega de espaços verdes, lavagem de equipamentos e pavimentos.

A ETA da Magra permite fazer a ligação do sistema de abastecimento público de Beja a Alqueva. O investimento vai aumentar a quantidade e a qualidade da água servida à população.

O Ministro do Ambiente sublinhou que são investimentos importantes para “aumentar a fiabilidade do sistema” de abastecimento, numa região com problemas de escassez de água.

Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, sublinhou que estes investimentos permitem mitigar os efeitos das alterações climáticas. O autarca afirmou que “Beja é, neste momento, um exemplo nacional e europeu daquilo que de melhor se faz no tratamento de esgoto e no abastecimento de água às populações”.

A inauguração inseriu-se no Roteiro “Águas no Alentejo” que trouxe o Ministro do Ambiente à região para inaugurar vários equipamentos entre Beja e Odemira.