Beja: Eleitos da CDU acusam executivo PS de abandonar projeto do Museu de Banda Desenhada

Os eleitos da CDU na Câmara de Beja vêm, em nota de imprensa, afirmar que “abandonar o projeto do Museu de Banda Desenhada é (mais) um erro do executivo PS na Câmara Municipal de Beja”.

“Projetos como o Museu de Banda Desenhada inseriam-se numa lógica global (…) com atividades e iniciativas de valorização e promoção da história patrimonial e cultural de Beja, que visavam, de forma integrada, promover e afirmar a cidade, concelho e região”, lê-se no documento.

Para os vereadores da CDU “o sucesso, nacional e além-fronteiras, do Festival Internacional de Banda Desenhada devia motivar a criação de mais um pólo de atração ao território, não apenas em termos turísticos, mas também como fator catalisador do progresso económico e social de Beja”.

Os eleitos da CDU na Câmara Municipal de Beja “consideram, por isso, que abandonar o projeto do Museu de Banda Desenhada é (mais) um erro do executivo PS na Câmara Municipal, que vem confirmar, mais uma vez, a ausência de uma política estratégica de desenvolvimento na área da cultura, como em tantas outras, comprometedora do desenvolvimento da região”.

Na opinião da CDU, “o Museu de Banda Desenhada será um nicho potenciador de fixação de gente e de criação de emprego, direto ou indireto, em torno da indústria da Banda Desenhada”.

“O entusiasmo que o projeto, único no país, criou, nomeadamente junto de artistas, editores e outros empresários do ramo, motivou forte interesse pela cidade e pela região, que se foi desvanecendo e perdendo, devido à completa e constrangedora insensibilidade e falta de visão do atual executivo municipal.”