“Beja Merece +” avaliou impacto das medidas obrigatórias resultantes da pandemia

O Movimento Beja Merece + avaliou, esta semana, em reunião, na sede da Associação do Património de Beja, o “impacto das medidas obrigatórias, resultantes do surto pandémico da Covid 19, no acesso de todas as pessoas à saúde pública e de que forma os serviços de transporte retirou direitos básicos (…)”.

Em cima da mesa esteve também, o “enquadramento de Beja e da Sub-região, Baixo-Alentejo, na nova Economia de baixo carbono centrada na emergência climática com novos paradigmas da mobilidade e transferência modal”.

O Movimento debruçou-se também, sobre o  Plano de acção, que “considera a necessidade de harmonização de programas com preparação e execução de Projectos Integrados, evitando [aqueles que diz ser os] bloqueios e perdas de tempo nos correspondentes Investimentos em infraestruturas Rodoviárias e Ferroviárias no Baixo Alentejo”.