“Bombeiros em Portugal atravessam momentos dramáticos” diz Rodeia Machado

Esta semana prosseguiu mais um “Visão dos Tempos”, com Rodeia Machado, do PCP.

Tendo em conta o que se está a passar no país e no mundo, e como não podia deixar de ser, em cima da mesa estiveram assuntos relacionado com o novo Coronavírus.

O também presidente da direção dos Bombeiros Voluntários de Beja falou sobre as dificuldades que os bombeiros estão a atravessar com a pandemia da Covid-19.

Em seu entender, “as Associações Humanitárias de Bombeiros nunca tiveram a vida facilitada, mas agora as dificuldades são acrescidas”.

Rodeia Machado considera que “os bombeiros em Portugal estão a passar momentos dramáticos”.

O comentador do programada da Rádio Pax refere que “para além da questão financeira, há uma carência enorme de equipamentos”, em todos os quarteis do país.

“Os Bombeiros de Beja, como os outros no país não tem equipamentos. Os que têm são os que as Associações foram comprando ao longo dos tempos”. Qualquer material que “custava meia dúzia de tostões, custa agora uma fortuna”, explica Rodeia Machado.

O presidente da direção refere ainda que os bombeiros não conseguem dar resposta às muitas exigências que lhes são feitas.