Câmara de Alvito aprova orçamento de 8,7 milhões de euros para 2021

A Câmara de Alvito aprovou um orçamento de 8,7 milhões de euros para 2021, valor inferior em 1,7 milhões, ao deste ano, mas que vai aumentar com fundos comunitários, disse o presidente do município.

O orçamento para 2021, de 8 milhões e 784 euros, já foi aprovado pela Câmara de Alvito, com votos a favor dos três eleitos da maioria CDU e a abstenção dos dois vereadores da oposição PS.

Segundo António João Valério, o orçamento aprovado para 2021 é superior em 701 mil euros ao valor inicial (8.083.000 euros) e inferior em cerca de 1 milhão e 700 mil euros, ao valor final (10.494.962) do orçamento deste ano.

Tal como aconteceu com o deste ano, o orçamento para 2021 vai aumentar com o saldo da gestão de 2020 e a inclusão de verbas de fundos comunitários para financiar projetos do município no âmbito de candidaturas já apresentadas e que deverão ser aprovadas no âmbito do programa Portugal 2020, adiantou o autarca.

O orçamento, que prevê mais de 4 milhões e 700 mil euros de despesas correntes e destina cerca de 4 milhões euros para investimentos, é “equilibrado e responde às ações que a câmara pretende concretizar em 2021”, indicou.

Entre os investimentos previstos no orçamento para 2021, António João Valério destacou a conclusão da construção do edifício multiusos do Terreno do Assis e da intervenção de conservação e restauro dos azulejos do século XVII, intervenção na igreja matriz, as obras de adaptação de um edifício para acolher a Casa do Turismo e as de requalificação da estrada municipal da Fonte da Telha, do jardim do Parque Urbano de Lazer Ativo e do parque de estacionamento junto a um lar na vila de Alvito.

Já em Vila Nova da Baronia, o autarca destacou as obras de requalificação do parque da Casa do Povo e do Largo da Matriz e a intervenção na Ermida de Sant’Águeda.

Em termos de impostos municipais, a autarquia, que não cobra Derrama, decidiu manter, em 2021, a taxa mínima de 0,3% do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para prédios urbanos e as reduções de 20, 40 e 70 euros para famílias com um, dois e três ou mais filhos, respetivamente.

O orçamento para 2021 ainda vai ser discutido e votado esta segunda-feira pela Assembleia Municipal de Alvito, onde a CDU também tem maioria.

Rádio Pax/LUSA