Câmara de Beja alugou “contentores-duche” para apoiar no combate à Covid-19

A Câmara Municipal de Beja alugou, por um período de três meses, dois “contentores-duche” para “prestarem apoio” durante o período que se atravessa relativamente à Pandemia de Covid-19.

Numa publicação feita na rede social Facebook, Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, informou que “um dos contentores foi instalado no “Pavilhão dos Sabores”, do Parque de Feiras e Exposições de Beja e servirá de apoio a pessoas a serem (re)alojadas temporariamente, em caso de necessidade, nesse espaço”.

 Por sua vez, o outro foi instalado no Hospital José Joaquim Fernandes de Beja e “servirá de espaço de duche e descontaminação ao pessoal médico de serviço ao “Covid-19” de adultos e da pediatria”.

Na publicação o autarca informa, também, que durante a tarde da passada segunda-feira, a Comissão Municipal da Proteção Civil de Beja, reuniu, através de “Vídeo Teleconferência (VTC), com o pleno de participantes, para análise da situação concelhia […]”.

Na nota Paulo Arsénio adianta que a cerveja artesanal “Alvoreada” ofereceu à Câmara Municipal de Beja “concentrado de limpeza que permite a composição de dois mil litros de produto para higienização de espaços públicos”, agradecendo a oferta.

O presidente da Câmara refere, ainda, que foram danificados cabos e ligações de equipamentos da Câmara situados no Parque de Materiais. “Os prejuízos causados ao erário público deverão situar-se entre os 10 e os 20 mil euros e as reparações necessárias são profundas e demorarão algum tempo”, explica Paulo Arsénio.