Câmara de Beja aprova Moção de Apoio às Associações de Bombeiros

Foi aprovada, por unanimidade, na última reunião da Câmara de Beja, a Moção de Apoio à Atividade Regular das Associações Humanitárias de Bombeiros, apresentada pelos eleitos da CDU.

Em comunicado, os vereadores comunistas salientam as “grandes dificuldades económicas” – agravadas pela pandemia – sentidas pelas Associações Humanitárias de Bombeiros, como é o caso, da de Beja.

Acrescentam que “os aumentos dos preços dos combustíveis já está a pôr em causa o socorro às populações” em algumas corporações.

Os eleitos da CDU na Câmara de Beja acrescentam que o apoio de 1500 euros destinado pelo Governo a cada Associação de Bombeiros, a título de adiantamento da compensação transitória dos encargos com combustíveis, “fica muito aquém do que os bombeiros necessitam e merecem”.

Nesse sentido, os vereadores comunistas entendem que se impõe implementar “um modelo de bonificação permanente dos combustíveis utilizados no exercício da missão dos corpos de bombeiros, vulgarmente, designado gasóleo verde”.

A moção apresentada e aprovada por unanimidade vem “apelar ao Governo e aos grupos parlamentares que legislem, rapidamente, para que os Bombeiros tenham, finalmente, acesso ao gasóleo verde”. As declarações são de Rui Eugénio, eleito da CDU na Câmara de Beja.

Além disso, a Moção vem, também, “recomendar ao Ministério da Saúde para cobrir os custos efetivos dos serviços protocolados e prestados pelos Corpos de Bombeiros, no âmbito da Emergência Pré-Hospitalar e Transporte de Doentes”.