Câmara de Beja não vai asfaltar “ao Deus dará”

O município de Beja avançou com o projecto de beneficiação de 19 Estradas Municipais (EM). A lista de vias a requalificar foi uma das matérias em discussão na Assembleia Municipal, realizada esta semana. Os eleitos da CDU questionaram a planificação da autarquia.

Paulo Arsénio referiu que “nunca no passado um executivo tinha apresentado, no primeiro ano de mandato, uma lista com as estradas a intervencionar”.

O levantamento das necessidades de intervenção foi feito pelos técnicos da Câmara. O executivo validou “politicamente” as prioridades técnicas apuradas, explicou Paulo Arsénio.

O autarca assegurou que a Câmara não vai asfaltar “ao Deus dará” e alertou que neste primeiro mandato não conseguirá reparar todas as vias municipais que se encontram em mau estado.

A via que liga Santa Vitória à Mina da Juliana é a que está em pior estado. O projecto vai ser lançado agora e as obras deverão arrancar no próximo ano. O investimento ronda 1,5 Milhões de euros e não terá qualquer financiamento.

Paulo Arsénio afastou questões de natureza partidária deste projecto de investimento e lembrou que as maiores intervenções serão feitas em freguesias que não são socialistas.

Os critérios da “necessidade e da urgência” serão aplicados no quadro deste plano de beneficiação de estradas e ruas do concelho de Beja, esclareceu Paulo Arsénio.