Câmara de Castro Verde quer acabar com trabalhadores precários

A Câmara Municipal de Castro Verde deu início à regularização de trabalhadores com vínculos precários.

O Presidente do Município reuniu com os trabalhadores precários para expressar a sua vontade em enquadrar nos serviços municipais doze pessoas, nomeadamente, um técnico superior, seis assistentes técnicos e cinco assistentes operacionais que desempenham funções em diferentes sectores.

Segundo António José Brito, presidente da Câmara, “o desenvolvimento deste processo garante estabilidade profissional e pessoal aos trabalhadores que até agora viviam na incerteza permanente sobre o prosseguimento das suas carreiras”.

Alguns funcionários mantêm, há mais de 20 anos, um vínculo precário.

O processo decorre no âmbito do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública.

A proposta será analisada e votada em reunião extraordinária da Câmara Municipal, a realizar dia 26 de Fevereiro, e da Assembleia Municipal, dia 28 de Fevereiro.