Câmaras do Alentejo Central com dívida por habitante acima da média

A dívida a terceiros das Câmaras Municipais, em 2017, foi de cerca de 4,4 milhões de euros, o que se traduziu num valor médio de 436 euros por habitante. Os dados constam do Anuário Estatístico Regional do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A dívida por habitante registou valores inferiores à média nacional, nas sub-regiões do Cávado (245 euros por habitante), na Região de Leiria (259) e na Beira Baixa (276).

Nas sub-regiões Beiras e Serra da Estrela, no Alentejo Central e no Douro o valor da dívida por habitante mais do que duplicava o valor médio nacional.

No Alentejo Central a dívida era de 974 euros por habitante.

Ao nível municipal, em 158 dos 308 municípios a dívida por habitante foi superior à média nacional.