Cante Alentejano comemora 4º aniversário como Património da Humanidade

Há 4 anos a UNESCO declarou o Cante Alentejano como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Para assinalar a data, a CIMBAL-Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo e o Diário do Alentejo associam-se à iniciativa do jornal “Público” que vai lançar quatro publicações sobre Cante Alentejano (livro e CD), a partir de hoje.

Este tributo ao Cante Alentejano é coordenado pela Professora Salwa Castelo-Branco e pelo Professor Paulo Lima, responsáveis pela candidatura junto da UNESCO.

A Câmara de Serpa assinala a data com a entrega de Medalhas à Confraria do Cante, Associação MODA, Direcção Regional de Cultura do Alentejo, Entidade Regional de Turismo e Casa do Alentejo. A iniciativa marca o encerramento do Cant Fest que tem animado a cidade desde sexta-feira.

Amanhã, em Beja, o Grupo Juvenil Coral e Etnográfico Rouxinóis do Alentejo apresenta o espectáculo “Ciclo do Vinho de Talha” numa organização da Câmara Municipal de Beja, do Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial – Beja e da Associação Rouxinóis do Alentejo com o apoio de várias entidades. A iniciativa tem lugar pelas 21 horas no Pax Julia.