Castro Verde avança com Orçamento Participativo

A Câmara de Castro Verde vai destinar 40 mil euros para o Orçamento Participativo (OP) de 2020.

O município faz hoje a apresentação pública do primeiro Orçamento Participativo com o qual pretende “aproximar os munícipes das políticas públicas municipais através da recolha e integração de propostas de utilidade colectiva no Orçamento Municipal para o próximo ano”.

Espaço público e espaços verdes; Urbanismo; Cultura e Desporto; Acção Social, Educação e Juventude; Modernização Administrativa; Trânsito, Infra-estruturas e Mobilidade; Higiene Urbana; Turismo, Desenvolvimento Económico e Ambiente, são as áreas sobre as quais podem incidir as propostas a apresentar pelos munícipes.

O Orçamento Participativo destina-se a todos os cidadãos, com idade igual ou superior a 16 anos, estudantes, residentes ou recenseados no concelho.

As propostas devem ser apresentadas até final de Julho nas sedes de freguesia do concelho (incluindo Casével), através da realização de Assembleias Participativas e na Plataforma on-line criada para o efeito.

António José Brito, presidente da Câmara de Castro Verde, frisa que se trata do “cumprimento de um compromisso eleitoral” e um esforço para “envolvimento da população” na gestão municipal.

A apresentação do Orçamento Participativo está marcada para as 21 horas no Fórum Municipal de Castro Verde.