Cavalos regressam à Beja Brava pela mão do mestre Joaquim Veríssimo

Joaquim Veríssimo, cavaleiro com alternativa tirada na praça de toiros de Beja a 10 de Agosto de 1987, apadrinhado por João Moura, com o testemunho de Joaquim Bastinhas e dos grupos de forcados de Montemor e de Évora, dá conhecer o trabalho do Espaço Hípico da Acos, na próxima Beja Brava.

Afastado das arenas, Joaquim Veríssimo dedica-se ao maneio e ensino de cavalos no Espaço Hípico da Acos.

Este ano a Beja Brava apresenta baptismos a cavalo; equitação de trabalho; atrelagem; demonstrações de toureio a cavalo; gincana para iniciantes e demonstrações de dressage.

Vítor Besugo, membro da organização da Beja Brava, realça as novidades desta edição.

A Beja Brava integra a Patrimónios do Sul, que arranca a 11 de Outubro.