CDS questiona governo sobre destruição de património

O CDS-PP quer saber o que é que está a ser feito para prevenir a ocorrência de casos como o da ponte romana, monumento nacional, que atravessa a ribeira de Odivelas, concelho de Cuba. Notícias vindas a público apontam para danos na ponte, situada em Vila Ruiva, atravessada por um tubo de rega que serve um olival superintensivo e sujeita a movimentação de terras.

Os parlamentares querem conhecer que tipo de fiscalização e por quem é feita para prevenir estes casos.

Nas perguntas enviadas aos ministros da Cultura e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, os deputados questionam os mecanismos de cooperação entre serviços e querem saber “o que é que está a falhar”.

Por outro lado, pretendem apurar se estão previstas acções de sensibilização dos agricultores para a temática da protecção do património arqueológico.

Esta não é a primeira intervenção do PP sobre esta matéria, na Assembleia da República. Já em Janeiro passado, os deputados questionaram os mesmos ministérios sobre a destruição de património arqueológico no Alentejo.