CDU de Moura “não se revê” nas Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020

A Câmara Municipal de Moura aprovou na semana passada as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020.

A proposta, orçada em 24,8 milhões de euros, “inclui um conjunto alargado de investimentos e obras”, anuncia a Câmara.

A CDU vem agora em nota de imprensa, reafirmar “aquelas que diz ser as quatro prioridades que estabeleceu como compromisso com a população”, no seguimento de uma reunião, com o Vice-presidente da autarquia, com o “objetivo de discutir uma proposta de Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2020”.

Os comunistas consideram como prioridades, “o desenvolvimento social em torno da intervenção na área social, da valorização da educação e da promoção da cultura nas suas diversas vertentes; a gestão do sector das águas, saneamento e resíduos como condição para prestar melhor serviço às populações; a reabilitação das infraestruturas existentes, com destaque para os equipamentos e para as vias municipais e a atuação sobre a diversificação e consolidação da base económica como condição para geração de emprego com direitos”.

A CDU diz não se “rever” nas Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2020, uma vez que “nada foi alterado após a reunião do âmbito do Estatuto da Oposição e que não existe uma perfectiva de colocar o Município ao serviço do futuro do concelho”.