12°C
Scattered clouds

CDU defende “mudança política” na Câmara de Beja

CDU defende “mudança política” na Câmara de Beja

Os eleitos da CDU na Câmara de Beja dizem que a gestão socialista da autarquia é “inócua, desprovida de qualquer visão estratégica, incapaz de responder aos problemas, às dificuldades, mas também às oportunidades, que a cidade e o concelho apresentam”.

Os comunistas defendem, por isso, a necessidade de “construir uma política alternativa, que inverta este rumo”.

A CDU critica o que diz ser a degradação da limpeza urbana, a falta de uma política cultural, a incapacidade atração de pessoas para o centro, e a perda de “milhões de euros de financiamentos importantes, como os referentes à recuperação e enquadramento do Forum Romano ou à zona de Expansão Empresarial”.

A CDU lamenta ainda a ausência de “uma palavra” do PS na Câmara sobre problemas como a falta de médicos, a degradação das principais vias como o IP2 e o IP8, a eletrificação da ferrovia e o aproveitamento do aeroporto de Beja.

A dois anos de eleições, os vereadores da CDU adiantam que “é hoje por demais evidente que urge uma mudança política no concelho, que mude o rumo de estagnação e até retrocesso que a cidade e o concelho vivem”.

Os eleitos comunistas garantem que “continuarão, no desempenho das suas funções, a contribuir, quer pela via da reivindicação, quer pela apresentação de propostas” para “a construção de uma alternativa que ponha cobro a esta gestão” do PS.

Rui Eugénio, eleito da CDU, fala em “desnorte” do PS na Câmara de Beja. 

Esta posição da CDU “vem muito na linha daquilo que a Coligação Democrática Unitária, anteriormente APU [Aliança Povo Unido], vem produzindo desde 1974. É o mesmo tipo de comunicado e de generalidades”, afirma o Presidente da Câmara de Beja.

Paulo Arsénio adianta que a CDU pronuncia-se sobre problemas que não resolveu nos 40 anos em que esteve à frente da Câmara de Beja.

O autarca acrescenta que o PS tem vindo a resolver de forma “tranquila e empenhada” muitos dos problemas do concelho.

Este comunicado da CDU faz parte de um conjunto de comunicados que é “obrigatório” publicar, pois está no “ADN e na génese” dos comunistas, frisa Paulo Arsénio.

O Presidente da Câmara de Beja considera que se trata de mais uma posição genérica da CDU sobre um conjunto de matérias dispersas e compara mesmo o comunicado a uma espécie de “Cozido à Portuguesa”, onde “cabem todos os ingredientes”.

A reação de Paulo Arsénio às críticas da CDU.

PUB

PUB

PUB

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Farmácia de serviço hoje na cidade de Beja

Publicidade

Mais Lidas

1
Ourique
Incêndio fatal em Ourique: homem perde a vida aos 62 Anos
2
Ressonância
Hospital de Beja: A espera terminou, Ressonância Magnética chegou
3
Bombeiros
Polémica nos Bombeiros de Beja: Lista rejeitada responde a comunicado da direção 
Devemos acarinhar os eleitores do Chega? Não! Não podemos
5
Odemira
Alunas de Odemira brilham em competição de ciência em Itália
6
25 de Abril
50 anos de Abril: Catarina Eufémia, um símbolo da luta antifascista
7
roubos em Beja
Semana com ameaças, agressões e roubos em Beja
8
agricultores
Agricultores que cortaram estrada em Serpa identificados pelas autoridades

Recomendado para si

20/07/2024
Helder Guerreiro destaca importância de Odemira e exige ação do governo (com vídeo)
19/07/2024
Deputado do PSD “surpreso” com posição da Câmara de Serpa
17/07/2024
Socialistas visitaram obras no Monte da Rocha
15/07/2024
Câmara de Serpa acusa Governo de “comportamento inaceitável”
13/07/2024
Esplanadas do Centro Histórico de Beja isentas do pagamento de taxas
12/07/2024
BE “saúda” posição da CIMBAL
12/07/2024
Secretária de Estado da Gestão da Saúde em Beja e Serpa
12/07/2024
PCP Beja promove debate sobre Palestina