CDU preocupada com “utilização de caminhos rurais de modo desregrado”

“A instalação de culturas intensivas desordenadas e a utilização de caminhos de modo desregrado constituem preocupações dos vereadores da CDU eleitos na Câmara Municipal de Beja”.

Na nota de imprensa enviada às redações os vereadores referem que “a ocupação do espaço rural, com a plantação de culturas nas proximidades de áreas residenciais, presume, em muitos casos, violações do Plano Diretor Municipal (PDM), para além de constituir uma ameaça à saúde pública e um fator de desqualificação da paisagem dos núcleos urbanos do Concelho”.

A CDU considera que “os danos provocados na rede concelhia de caminhos vicinais (devido a operações de maquinaria agrícola executadas nas faixas de circulação) agravam o estado de conservação, comprometem a integridade física e a segurança das respetivas vias, e, a par do encerramento de caminhos, causam constrangimentos significativos, em termos de acessibilidade e mobilidade no espaço rural”.

 O documento refere que “alguns casos têm sido apresentados por diversas ocasiões ao executivo da Câmara Municipal de Beja e, em regra, têm sido dadas respostas circunstanciais ou evasivas, sem que tenham sido tomadas as devidas medidas, uma vez que as questões perduram sem soluções”.

Sónia Calvário, Vereadora da CDU na Câmara Municipal de Beja, refere que “não havendo compatibilidade com as regras instituídas, deve a Câmara Municipal fazer repor a legalidade e salvaguardar a segurança e direitos da população”.