Centro Tecnológico Agroalimentar do Alentejo com candidatura aprovada

Foi aprovada a candidatura para a criação do Centro Tecnológico Agroalimentar do Alentejo (CETAA), num valor total de cerca de dois milhões de euros, comparticipado a 85 por cento pelo Alentejo 2020.

Promovido pelo Município de Serpa, em parceria com o Instituto Politécnico de Beja, o NERBE/ AEBAL-Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral, a Associação de Defesa do Património de Mértola e empresas do setor, o CETAA será, “dotado de todas as infraestruturas de base para reproduzir processos semi-industriais e requisitos legais e ambientais exigidos ao licenciamento das atividades económicas dos seus clientes, constituindo-se como uma unidade de apoio à introdução de inovação e facilitadora da transferência de tecnologia para as Pequenas e Médias Empresas (PME) do setor agroalimentar do Alentejo”, explica o Câmara de Serpa.

A forte ligação entre o CETAA e os centros de investigação e as empresas, possibilitará “transformar a investigação fundamental em investigação aplicada, criando os meios e as tecnologias para o desenvolvimento dos seus processos produtivos”.

O Centro estará ao serviço de todas as empresas que pretenderem usufruir das valências disponibilizadas (…).

Estão previstas, numa primeira fase, três linhas piloto semi-industriais, (produtos hortofrutícolas, produtos lácteos e produtos de pastelaria e panificação), um laboratório para apoio a ensaios e experimentação, uma cozinha para ensaios, confeção e prova, uma sala de provas, cafetaria, salas de reuniões e áreas técnicas e de serviços.

Todos estes espaços vão estar totalmente equipados para responder às diferentes necessidades. O CETAA vai ter recursos humanos especializados no âmbito do processo produtivo e no apoio ao desenvolvimento das empresas e comercialização do produto.

O Centro Tecnológico e Agroalimentar do Alentejo será construído na futura Zona industrial de Serpa, também já com candidatura aprovada, num investimento de cerca de dois milhões e meio de euros.