Centros de Investigação do Alentejo e Algarve promovem jornadas MED

Quatro Centros de Investigação no Alentejo e Algarve (ICAAM – Universidade de Évora, CEBAL – Beja, Cibio – Pólo de Évora e MeditBio- Universidade do Algarve), apresentaram uma candidatura à Fundação para a Ciência e Tecnologia para se tornarem um centro único de Investigação em Ambiente e Agricultura no Mediterrâneo.

O CEBAL- Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo refere em nota de imprensa “que pela primeira vez a Fundação considerou candidaturas de unidades de investigação na área temática de Estudos do Mediterrâneo: Sistemas Agro-Alimentares, Água e Recursos Energéticos e Património Cultural”.

O MED-Mediterranean Institute for Agriculture, Environment and Development “vai ter cerca de 180 investigadores doutorados e será a única unidade de investigação na integração entre agricultura, alimentação, desenvolvimento rural e ambiente, no Sul do País”, revela a mesma fonte.

Os centros de investigação agendaram para hoje e amanhã, as primeiras jornadas MED, para “potenciar o valor acrescentado desta fusão, em termos de produção de conhecimento e de novas áreas de cruzamento interdisciplinar (…) e dar visibilidade à investigação que é desenvolvida nos centros que irão integrar o MED, de forma a estabelecer possíveis parcerias que não existem, ou reforçar atuais colaborações”, acrescenta o CEBAL.

Em cima da mesa estão temas relacionados com os sistemas silvo- pastoris e biodiversidade, olival e azeite, culturas regadas, saúde e produção animal, dinâmicas do rural e governança e hortofruticultura.