CERCICOA quer alargar serviços de acolhimento em Castro e Ourique

A Cooperativa vai avançar com a construção de uma residência autónoma em Castro Verde. A autarquia já cedeu um terreno para construção deste equipamento.

Mais a Sul, em Ourique, a CERCICOA quer construir um lar residencial para pessoas com menos autonomia.

António Matias, presidente da CERCICOA , sublinha que a Cooperativa pretende assim dar resposta às necessidades sentidas pelas pessoas que tem em lista de espera.

Os dois projectos previstos para este ano vão ser candidatados a fundos comunitários. Se o financiamento não chegar de Bruxelas, a direcção da CERCICOA tem preparadas outras soluções.