Ciclone faz prejuízo em 100 viaturas

O mau tempo desta manhã provocou estragos em cerca de 100 viaturas.

Os estragos ainda não foram calculado, mas Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja fala em “prejuizos elevados”

O ciclone fez um ferido leve: uma criança da escola Mário Beirão, que se cortou nos vidros de uma janela que se partiu.

Esta sexta-feira fica ainda marcada por várias ocorrências na cidade.

Os principais estragos registram-se na Rua Sousa Porto, Rua Isabel Covas Lima, Rua Julião Quintinha e ainda a Escola Mário Beirão, onde além da queda de árvores, houve danos nos estores e na cobertura. As crianças foram evacuadas em segurança, tendo sido suspensas as aulas no período da tarde.

A Proteção Civil Municipal e os Bombeiros Voluntários de Beja estão a proceder a trabalhos de limpeza da via pública e corte de árvores, auxiliados pelas diferentes Divisões operacionais do Município e por equipas das Juntas de Freguesia urbanas.

A PSP levou a cabo o trabalho de levantamento das viaturas danificadas bem como os cortes de trânsito nas principais artérias onde se verificou o fenómeno meteorológico.


Os trabalhos deverão decorrer durante a tarde envolvendo cerca de 29 operacionais das corporações de bombeiros de Beja, Cuba, Ferreira do Alentejo e Serpa.