Comissão Vitivinícola Regional Alentejana prevê “boa vindima”

A CVRA-Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, prevê para este ano, “um aumento da produção de vinho, na ordem dos 5% aos 10%, face ao ano passado”.

“A região poderá produzir entre 115 a 120 milhões de litros, volume superior à média dos últimos 5 anos, que foi de 110 milhões”.

De acordo com a Comissão, “o Alentejo, cuja dimensão está entre as maiores de Portugal, com cerca de 22.500 hectares de vinha, já tem produtores a vindimar, antevendo-se que as operações de vindima possam decorrer até ao final do mês de Setembro”.

As vinhas estão com bom desenvolvimento, apesar da pouca chuva registada na região. A CVRA assinala a existência de situações de ausência da formação do bago.

No ano passado, à semelhança do resto do País, o Alentejo foi atingido por uma vaga de calor, na primeira semana de Agosto, que provocou escaldão nas uvas e perdas de produção em vários viticultores.

A Comissão Vitivinícola antevê uma “boa vindima no Alentejo” e uma “boa qualidade” dos vinhos”, disse à Rádio Pax Francisco Mateus, presidente da CVRA.

A vindima começa, esta quarta-feira, na Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito.

Hoje inicia-se a vindima nas uvas tintas e na próxima segunda-feira arranca nas uvas brancas.

José Miguel Almeida, presidente da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito salienta que o período de “maturação” tem decorrido de forma tranquila. O presidente espera uma “boa produção de vinho quer em qualidade quer em quantidade”.

R.d.-