Convento do Carmo de Moura a um passo da recuperação

O Convento do Carmo de Moura vai integrar o “Revive”. O programa abre o património ao investimento privado para desenvolvimento de projectos turísticos.

O memorando de entendimento é assinado hoje entre a Câmara Municipal de Moura, a Direcção Geral do Tesouro e Finanças, a Direcção Geral do Património Cultural, a Direcção Regional da Cultura do Alentejo e o Turismo de Portugal.

A participação do Convento do Carmo neste programa de dinamização resultou dos contactos e diligências feitas pela Câmara Municipal de Moura junto da Secretaria de Estado do Turismo.

O Convento do Carmo é o único imóvel do distrito de Beja, e um dos seis em todo o Alentejo, a integrar esta linha de intervenção.

Este é um passo essencial para a futura recuperação e reutilização do antigo convento, explica Santiago Macias, presidente do município.

Pedro do Carmo, deputado do PS eleito por Beja, “saúda” a celebração deste acordo.

Numa nota enviada às redacções, o parlamentar sublinha que “uma vez mais, num impasse de anos, o único imóvel do Baixo Alentejo que integra o programa Revive está em vias de ver encontrada uma solução que assegura a sua preservação, a sua valorização e o seu contributo para a afirmação da região”.