Costa defende que Portugal não pode perder capacidade de proteger portugueses no estrangeiro

António Costa assistiu na BA 11 a uma demonstração de actividades militares no âmbito do “Lusitano 2016”. O exercício pretende preparar os três ramos das Forças Armadas Portuguesas para operações simultâneas de evacuação de não combatentes, de resposta a crises e de apoio à protecção civil, dentro e fora do território nacional.

Para o chefe de Governo o exercício “demonstra bem como as Forças Armadas e os serviços de segurança podem e são capazes de actuar conjuntamente para responder às necessidades de cumprimento das missões que são definidas”.

António Costa frisou que as Forças Armadas têm que estar preparadas para proteger os portugueses no estrangeiro.

António Costa esteve na Base Aérea 11 acompanhado pelo Ministro da Defesa.