Covid-19: Seção de Beja do PSD apela ao sentimento solidário dos órgãos autárquicos

A Comissão Política Concelhia de Beja do PSD vem, em nota de imprensa, “apelar ao sentimento solidário que os órgãos autárquicos devem ter para tomar decisões com vista em minimizar o impacto social e económico da Covid-19 na região”.

“Face à situação de pandemia que assola o nosso país e a nossa região, (…) preocupamo-nos com aqueles que, neste momento, têm dificuldades em exercer a sua atividade económico-empresarial no concelho e com os postos de trabalho que lhes estão adstritos”, lê-se no documento enviado à Rádio Pax.

Para a seção de Beja do PSD, a Câmara Municipal de Beja (CM Beja) “terá que utilizar políticas de atração e manutenção das empresas e trabalhadores, para que esse capital humano não sinta necessidade de procurar outros concelhos para trabalhar”.

“Preocupamo-nos com uma ou outra situação mais em concreto que tem a ver com as verbas orçamentadas, mas que não serão aplicadas”, diz Pinela Fernandes, Presidente da Comissão Política Concelhia de Beja do PSD.

O líder da Concelhia refere, também, que “a CM Beja deverá fazer algumas alterações orçamentais, na opinião do PSD necessárias, para que aquelas verbas sejam aproveitadas naquilo que é necessário, nomeadamente no apoio às empresas”.

“O que nós precisamos é de reinventar soluções e medidas que possam restaurar a confiança às pessoas para que consigamos atingir a normalidade possível”, frisa Pinela Fernandes.