“Crianças com comportamentos mais adequados que os adultos” durante a pandemia

Portugal continua a atravessar um momento crítico face à pandemia da Covid-19.

Neste momento, o Alentejo, que até então era das regiões do país com o menor número de casos confirmados de covid-19, já ultrapassou os 400 infetados. No Alentejo, o novo coronavírus já causou a morte a quatro pessoas.

Claúdia Borralho, psicóloga clínica da ULSBA- Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo considera que é importante a população começar a “fazer parte da solução e não do problema”.

Em seu entender, é fundamental “agir de acordo com as orientações das autoridades de saúde”.

Para a psicóloga, durante esta pandemia, os verdadeiros heróis são as crianças, que “tiveram de se adaptar muito rapidamente a uma situação inédita” e mesmo assim conseguem ter “comportamentos mais adequados que os adultos”.

Claúdia Borralho refere que as crianças “absorveram rapidamente as mensagens [e as recomendações pedidas] e conseguiram [desde cedo] ter comportamentos de segurança”.