Cruz Vermelha termina recolha de alimentos

A Cruz Vermelha Portuguesa e a Missão Continente voltam a associar-se para promover uma recolha de alimentos. A iniciativa começou na sexta- feira e termina, hoje, nas mais de 400 lojas Continente e Meu Super de todo o país.

Com o mote “consigo damos mais a quem precisa”, a iniciativa pretende “recolher bens não perecíveis, como massa, arroz, enlatados, leite, leite em pó, papas lácteas, cereais, azeite, óleo alimentar, sal, bolachas, café solúvel, chá ou barras energéticas”.

As famílias carenciadas vão receber os produtos recolhidos, em função das necessidades mais urgentes e dos casos de maior carência.

Em 2017, as recolhas de alimentos promovidas pela Cruz Vermelha Portuguesa resultaram no equivalente a 400 mil refeições angariadas, mais 25 mil do que em 2016.

Tadeu de Freitas, director executivo da Cruz Vermelha em Beja, sublinha que se trata de uma campanha importante que permite o apoio regular a 55 famílias da região.