Deputados eleitos por Beja analisam OE 2022

A proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2022 foi entregue, na segunda-feira à noite, na Assembleia da República.

Numa primeira análise, Pedro do Carmo, deputado do PS eleito por Beja, afirma que este Orçamento é marcado “por um crescimento económico do país muito significativo” pós-pandemia.

Em seu entender, a proposta, agora, apresentada “vai forçar um maior investimento público e o apoio às empresas” através da execução da “bazuca” europeia.

Pedro do Carmo espera que o Orçamento “seja viabilizado [pela oposição] para o bem de todos”.

João Dias, deputado do PCP eleito por Beja, vai ficar atento a questões relacionadas com o rendimento das famílias, a recuperação das micro e pequenas empresas e os investimentos públicos.

O parlamentar assegura que o PCP vai ter em atenção as regras de “distribuição da riqueza” e a carga fiscal.

No que diz respeito ao distrito de Beja, João Dias defende investimentos nas acessibilidades e na saúde.