Desemprego recuou em Beja

No centro de emprego de Beja estavam inscritos, em final de Março, 1 092 desempregados, revela o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Comparativamente com igual mês de 2018, registaram-se menos 287 inscritos em Março passado.

O IEFP revela que o desemprego atingia, no concelho de Beja, 522 homens e 570 mulheres. A maioria (868) procurava um novo emprego.

O grupo etário entre os 35 e os 54 anos era, em Março, o mais afectado pelo desemprego.

O desemprego atingia 243 indivíduos sem o 1º ciclo do ensino básico; 119 com o 1º ciclo do ensino básico; 161 com o 2º ciclo do ensino básico; 198 com o 3º ciclo do ensino básico; 241 com o secundário e 130 com o ensino superior.

Os números do Instituto de Emprego e Formação Profissional indicam que Beja era o concelho com mais desempregados inscritos (1 092) no distrito. Seguiam-se Odemira (983), Moura (918) e Serpa (707).

No Alentejo, em Março passado, o desemprego recuou 17,7% comparativamente com período homologo. Os dados do IEFP revelam que foi a maior descida do país.