Direção-Geral das Artes abre apoio complementar ao programa Europa Criativa

A Direção-Geral das Artes abriu na última quinta-feira, dia 29 de outubro, o procedimento simplificado “Programa de Apoio a Projetos – Apoio complementar ao Programa Europa Criativa”, com um montante de 450 mil euros.

Com vista a potenciar a participação de entidades portuguesas – líderes ou parceiras de candidaturas apresentadas ao Programa Europa Criativa -, esta medida pretende dinamizar a internacionalização das artes e da cultura portuguesa, através da cooperação com outros países e do fomento da presença de projetos internacionais em Portugal.

O programa tem ainda como objetivos articular as artes com outras áreas setoriais, incentivar projetos emergentes, valorizar a experimentação artística, entre outros.

Podem candidatar-se projetos de criação, programação, circulação, desenvolvimento de públicos, edição, investigação e formação, desenvolvidos em território nacional e/ou internacional, nas seguintes áreas artísticas: artes performativas (circo contemporâneo e artes de rua, dança, música e teatro), artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media) cruzamento disciplinar.

São elegíveis projetos de entidades líderes ou parceiras em projetos já selecionados pelo Programa Europa Criativa, subprograma Cultura, nas seguintes linhas de financiamento: Projetos de Cooperação Europeia (para entidades líderes ou parceiras); Plataformas Europeias (para entidades líderes). O montante financeiro global disponível será distribuído anualmente (150 mil euros por ano), até 2022, sendo que 60% deste montante destina-se a entidades