EDP quer investir 3,5 M€ em renováveis no Alqueva

A EDP pretende investir 3,5 milhões de euros numa central fotovoltaica flutuante no Alqueva, com 11 mil painéis e uma produção estimada de 6.000 MWh.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da EDP Produção, Rui Teixeira, afirmou que o projecto piloto da central fotovoltaica flutuante no Alto Rabagão, em teste desde Novembro de 2016, “superou as expectativas”, com uma produção 6% acima do previsto desde o seu arranque e uma eficiência maior do que as soluções similares em terra.

A EDP pretende agora investir num projecto similar, mas a outra escala, em Alqueva.

“Começámos a pensar em escalar esta solução [do Alto Rabagão], aproveitando outras albufeiras que temos em Portugal. E o Alqueva é uma das zonas com melhor radiação solar no país e permite a instalação dos painéis sem ter muitas sombras”, explicou o administrador da EDP à Lusa.