Em 10 anos o Alentejo perdeu 4 mil alunos

Entre os anos lectivos 2005/2006 e 2015/2016, o Alentejo perdeu cerca de 4 mil alunos do ensino pré-escolar ao ensino secundário. Estes dados resultaram de um estudo da Direcção-Geral de Estatística da Educação e da Ciência.
Este numero representa uma perda de, aproximadamente, 3,5% dos alunos, enquanto o decréscimo nacional foi de 6%.
O Alentejo Central apresenta um decréscimo de 8,5%, o Alto Alentejo 6,9% e o Baixo Alentejo 3,4%. Os valores ficam equilibrados pela perda de alunos, abaixo de 1%, nos concelhos do litoral.
Em 2006/2007, a região Alentejo registava 114 628 alunos (pré-escolar e ensino secundário no ensino público e privado).
O número desceu para 110 633 em 2015/2016.
O Alentejo Central teve uma diminuição de 2 090 alunos (passou de 26 003 para 23 913 alunos).
Já o Alto Alentejo perdeu 1 214 alunos (passou de 17 786 para 16 572 alunos).
Na década em análise o Baixo Alentejo perdeu 661 alunos (passou de 19 603 para 18 942 alunos no ano letivo 2015/16).

Concelhos     Alunos/Ano letivo
……………….2006/07    2015/16
Aljustrel         1 371      1 336
Almodôvar        986          877
Alvito                453         471
Barrancos          187         182
Beja               6 314       6 871
Castro Verde   1 055       1 082
Cuba                  712         628
Ferreira do
Alentejo              896         859
Mértola                971        761
Moura               2 695      2 575
Ourique               637         545
Serpa                2 498      1 963
Vidigueira             828         792