Escolha de Henrique Ferreira feita em “consonância” com a Distrital de Beja do PSD

Gonçalo Valente, presidente da distrital de Beja do PSD assegura que a escolha de Henrique Silvestre Ferreira como cabeça-de-lista do Partido às legislativas pelo círculo de Beja foi feita pela Direcção Nacional do Partido “em consonância com a distrital”.

A distrital de Beja, que inicialmente escolheu Inês Guerreiro, não foi colocada à margem deste processo, garantiu à Rádio Pax Gonçalo Valente.

“A distrital respeitou os estatutos fazendo a sua indicação à nacional” e “o presidente do Partido tem e prerrogativa de fazer a sua escolha”, lembrou o líder do PSD, em Beja.

Gonçalo Valente concorda com a “directiva” do Partido que pretende trazer a sociedade civil para a vida partidária. Henrique Silvestre Ferreira, independente, encaixa nessa directriz.

Ainda que seja uma batalha “difícil”, Gonçalo Valente acredita na reeleição do deputado por Beja nas Legislativas de Outubro.